b) AS TRADIÇÕES PRIMITIVAS


        As quatro fontes principais do Pentateuco são as quatro tradições hebraicas:

        a javista, do sul; assim denominada por chamar Deus de Javé;
        a eloista, do norte; assim denominada por chamar Deus de Eloim. Ambas são do séc. X a.C.
        a sacerdotal, foi descoberta depois esta tradição mais recente. E finalmente,
        a deuteronômica, uma repetição das duas primeiras.

        Por volta do ano 398 a.C., um autor ou vários autores juntando estes documentos formaram o Pentateuco.

        A tradição JAVISTA é a catequese antiga dos hebreus na região sul, catequese oral que se ministrava nas reuniões dos santuários. A princípio, os estudiosos acreditavam se tratassem de fontes escritas, mas depois se descobriu que somente por volta do ano 950, tempo de Salomão, é que foi escrita a tradição do sul, em Jerusalém; uns 100 ou 50 anos depois desta foi escrita a tradição do norte, em Samaria. E no tempo da queda de Samaria (721/722 a.C.), os sacerdotes fugiram para Jerusalém e lá encontrando outra tradição, fundiram ambas. Assim a tradição ELOISTA foi incorporada à javista.

        No ano 622 a.C., no reinado de Josias, uns pedreiros que faziam reformas no templo encontraram um livro da lei (cf. II Reis, 22,8 ss.). Os críticos hodiernos são quase unânimes em afirmar que este livro corresponde ao Deuteronômio na Bíblia atual. Foi redigido no séc. VII, e nele há vários tipos de leis:

    a) leis muito antigas, constantes em outras legislações não hebraicas, mesmo anteriores a Moisés;
    b) leis do tempo de Moisés;
    c) leis posteriores, atualizadas após a estabilidade em Canaã.

        O DEUTERONOMIO hoje é considerado não só como um livro, mas como uma escola, da qual este livro faz parte.

        Em 587 a. C., durante o exílio da Babilônia, o povo sentiu a necessidade de outra atualização das leis. Isto deu origem à tradição SACERDOTAL, iniciada no tempo do exílio e terminada logo após (séc. IV). Depois disto, um autor (ou vários autores) tomou estas tradições escritas e com base nelas redigiu o nosso Pentateuco, pelo ano 398 a. C.



 

VOLTA

CONTINUA

1