PRECES CATÓLICAS

    AVE MARIA

    Ave Maria gratia plena

    Dominus tecum.

    Benedicta tu in mulieribus

    et benedictus fructus

    ventris tui, Jesus.

    AVE MARIA

    Ave Maria, cheia de graça

    o Senhor é contigo.

    Bendita (és) tu entre as mulheres

    e bendito (é) o fruto

    do teu ventre, Jesus.

    Comentários

Gratia plena = cheia de graça. 'Plena' exige o complemento no ablativo, daí porque não é 'gratiæ'.

Benedicta tu... benedictus fructus... em ambos, o verbo 'esse' (ser) fica subentendido.

    Sancta Maria, Mater Dei,

    ora pro nobis, peccatoribus,

    nunc et in hora

    mortis nostræ. Amen.

    Santa Maria, Mãe de Deus,

    ora por nós, pecadores,

    agora e na hora

    da nossa morte. Amém.

ora pro nobis - 'pro' preposição que rege ablativo; 'nobis' - ablativo plural de 'nos'.

peccatoribus - ablativo plural de 'peccator', concorda com 'nobis' por ser aposto.

      PATER NOSTER

    Pater noster qui es in coelis,

    sanctificetur nomen tuum.

    Adveniat regnum tuum.

    Fiat voluntas tua sicut

    in coelo et in terra.

      PAI NOSSO

    Pai nosso que estás nos céus,

    seja santificado o teu nome.

    Que venha o teu reino.

    Faça-se a tua vontade assim

    no céu como na terra.

    Comentários

coelum = céu (subst. neutro); coelis - ablativo plural, regido pela prep.'in'.

Sanctificare = santificar; sanctificetur - 3a. pes.sing. modo subjuntivo.

Fare = fazer; fiat = imperat. singular de 'fare' = faça-se.

Sicut = assim ... como.

Panem nostrum quotidianum

da nobis hodie.

Et dimmite nobis debita nostra

sicut et nos dimmitimus

debitoribus nostris.

Et ne nos inducas in

tentationem sed libera nos

a malo. Amen.

O pão nosso cotidiano

dá-nos hoje.

E releva nossas dívidas

assim como nós também

não cobramos (as) daqueles que nos devem.

E também não conduzas para

tentações mas livra-nos

do mal. Amém.

Dare = dar, verbo trans. direto e ind.; 'panem nostrum quotidianum'= obj. direto; 'nobis' = obj.ind.

Da = 3a. pes. sing. imperativo de 'dare';

Dimitte ... dimittimus, do verbo 'dimittere' = relevar, desconsiderar, não cobrar. Verbo trans. dir. e ind.

'ne' = nem, também não;

inducere = conduzir para dentro, introduzir; 'inducas' = 2a. pes.sing.subjuntivo

    SALVE REGINA

Salve, Regina, Mater Misericordiæ,

Vita, dulcedo et spes nostra. Salve.

Ad te clamamus exsules filii Evæ,

ad te suspiramus gementes et flentes

in hac lacrimarum vale.

Eia, ergo, advocata nostra,

illos tuos misericordes oculos

ad nos converte.

Et Jesum, benedictum fructum

ventris tui, nobis post hoc

exilium ostende.

Oh clemens, oh pia, oh dulcis

Virgo Maria.

    SALVE RAINHA

Salve, Rainha, Mãe de Misericórdia,

Vida, doçura, esperança nossa. Salve.

A ti clamamos, os filhos exilados de Eva,

A ti suspiramos, gementes e chorantes neste vale de lágrimas.

Assim, portanto, nossa advogada,

Volve-nos aqueles teus olhos misericordiosos.

E depois deste exílio, mostra-nos Jesus, o bendito fruto do teu ventre.

Oh clemente, oh piedosa,

oh doce Virgem Maria.

    Comentários:

    Salve, Ave são expressões latinas de saudação.

    Filius, no singular, torna-se filii no plural.

    Converte, do verbo convertere, rege duplo acusativo.

    Post, preposição (=depois de) rege acusativo, por ex: post mortem.

    Ostende, do verbo ostendere, requer objeto direto e indireto (acusativo e dativo)

    ORATIO SANCTO FRANCISCO ATTRIBUTA

    Fac nos, Domine, instrumenta pacis tuae.

    Ubi odium, ibi caritatem seramus;

    ubi iniuria, ibi veniam;

    ubi dissensio, ibi concordiam;

    ubi desperatio, ibi spem;

    ubi tenebrae, ibi lucem;

    ubi tristitia, ibi laetitiam.

    Concede nobis ut non tantum consolationem quaeramus quam adhibeamus;

    non tantum comprehendi quaeramus quam comprehendamus;

    non tantum diligi quaeramus quam diligamus.

    Quoniam in donando accipiamus;

    in condonando condonamur;

    et in moriendo nascimur ad vitam aeternam. Amen.

    ORAÇÃO ATRIBUÍDA A SÃO FRANCISCO

    Faz de nós, Senhor, instrumentos da tua paz.

    onde o ódio, ali ajuntamos caridade;

    onde a injúria, ali (ajuntamos) o favor;

    onde a dissenção, ali a concórdia;

    onde a dúvida, ali a fé;

    onde o desespero, ali a esperança;

    onde as trevas, ali a luz;

    onde a tristeza, ali a alegria.

    Concede-nos que não busquemos tanto a consolação, quanto a utilizemos;

    não busquemos tanto ser compreendidos, quanto compreendemos;

    não busquemos tanto ser amados, quanto amemos.

    Porque ao darmos, recebemos;

    ao perdoarmos, somos perdoados;

    e ao morrermos, nascemos para a vida eterna. Amém.

Volta Continua

setstats 1